sábado, 25 de abril de 2009

Executivos, quem são eles?

Primeiramente devemos ter em mente o significado da palavra executivo. Ele atinge objetivos por meio de trabalho de outras pessoas.
Características:
  • Planejamento.
  • Organização.
  • Liderança.
  • Controle.

O que fazem os executivos? Para descobrirmos, será necessário examinarmos suas habilidades. Robert Katz identificou três competências essenciais: técnica, humana e conceitual.

Habilidade Técnica,
adquirida durante seu processo de formação profissional. Muitas habilidades podem ser adquiridas durante o exercício da profissão.

Habilidade Humana,
refere-se à habilidade de se relacionar com outras pessoas, motivando-as e compreendedo-as. Como os executivos atingem objetivos através do trabalho de outras pessoas, acredito ser essa uma das habilidades mais importante.

Habilidade Conceitual,
a capacidade mental para analisar e diagnosticar cenários complexos. O processo de tomada de decisão, por exemplo, requer que o executivo avalie o problema, procure soluções e escolha a melhor.


Os dados abaixo mostram as características dos executivos e seus tipos:

Média dos executivos
  1. Gerenciamento tradicional: 32%
  2. Gestão de recursos humanos: 20%
  3. Comunicação: 29%
  4. Interconexão(networking): 19%

Executivos bem-sucedidos
  1. Gerenciamento tradicional: 13%
  2. Gestão de recursos humanos: 11%
  3. Comunicação: 28%
  4. Interconexão(networking): 48%

Executivos eficazes
  1. Gerenciamento tradicional: 19%
  2. Gestão de recursos humanos: 26%
  3. Comunicação: 44%
  4. Interconexão(networking): 11%
Fonte: Baseado em F. Luthans, R. M. Hodgetts e A. Rosenkrantz, Real Managers (Cambridge, MA: Ballinger, 1988)

terça-feira, 21 de abril de 2009

Meu primeiro $ milhão $

Ganhar um milhão de reais é o sonho da maioria dos brasileiros, mas por que muitos não conseguem? Educação Financeira. Tenho lido recentemente alguns livros de Gustavo Cerbasi e procurei alguns vídeos no youtube de alguma palestra dele. Nessa procura descobri um trecho de sua palestra bem interessante, logo abaixo vocês podem verificar.

terça-feira, 7 de abril de 2009

Empreendedor x Empresário

Recentemente participei de uma entrevista sobre empreendedorismo e percebi uma falha na entrevista: Acreditar que para ser empreendedor tem que ter empresa.

Pelo visto estão esquecendo as características de um empreendedor e “mesclando” pela visão do empresário. Já cheguei a ouvir que é bonita a visão do empresário, passa uma imagem importante, uma pessoa madura, centralizada em seus pensamentos e outros adjetivos que elevam a qualidade do sujeito. Quem dera se todos fossem assim, conheço muitos empresários que não conseguem ver uma máquina de fazer dinheiro abaixo do seu nariz. Ficam se apoiando em outras pessoas e se vangloriando por ter feito nada.

Assim, acredito que no momento em que você conseguir separar essas duas visões de empresário e empreendedor, irá perceber um empresário de sucesso e ou um empreendedor de sucesso.

“todo empresário é um empreendedor, mas nem todo empreendedor é um empresário”. Antonio Carlos Gomes da Costa.

O que ele quis dizer com isso? Simples, está falando de dois tipos de empreendedor:

1. Empreendedor empresário,
2. Empreendedor empregado.

Isso mesmo, empreendedor empregado. Aquele empreendedor interno, mas antes você precisa saber uma coisa bem simples que resume o que é um empreendedor: ATITUDE. Você deve estar se perguntando se é tão simples assim. Não, não é simples. Dentro de uma organização se você parar 10 minutos e andar por ela irá encontrar muitos erros e o que você irá fazer com esses erros?
a) Ignorá-los, afinal a empresa não é sua.
b) Converter esses erros em energias negativas e guardar para si.
c) Avisar ao setor de RH ou ao dono da empresa.
d) Tentar corrigir o que eu posso e avisar ao dono da empresa dos outros erros.

Se você analisar essas opções de uma forma “fria”, nenhuma delas está errada se quiser adotar como escolha, mas se você quer se tornar um empreendedor interno, eu escolheria a alternativa “d”, caso não seja possível escolheria a “c”.



Você pode estar questionando a forma de eu colocar somente duas categorias como empreendedor. Ótimo! Isso é atitude. Procure conhecer outras visões e crie a sua, tenho certeza que será satisfatório pra você no final.


Links que podem lhe ajudar: 5 passos para crescer na sua empresa e Sua empresa valoriza o funcionário.